Colégio Santa Maria, de Igarassu, veio conhecer a ETEPAM

20 out 2016
Comunicação CI
1530
0

Hoje, as turmas do 8º e 9º ano do colégio Privado Santa Maria viajaram 39km direto de Igarassu para conhecer ETEPAM acompanhados pelo professor de História e Artes, Inaldo Felix. Visitas como essa estarão acontecendo durante todo semestre, a fim de apresentar a estrutura da escola, programas extracurriculares e, principalmente, nossos cursos técnicos aos estudantes de ensino fundamental.

Os visitantes conheceram nossos laboratórios técnicos, salas temáticas, espaços de lazer e alimentação e todo espaço de eventos, conduzidos pelas terceiranistas do curso de logística Cleyde Barbosa, Caroline Frazão e Rafaela Kelly. “Temos cursos de Logística, Comunicação Visual, Design de Interiores e Manutenção de Suporte em Informática e os estudamos junto com as matérias do ensino básico durante os três anos aqui” explicou Caroline.

Lucas Nascimento, do 2º ano do curso de MSI e atual presidente da NA LATA S/A apresentou uma das nossas principais atividades que compõe o currículo escolar fora da sala de aula: O Programa Miniempresa. Em um processo de três passos os participantes do programa da Junior Achievement dividem-se como em uma empresa real: com equipe de marketing, produção e financeiro, e criam um produto ecológico e viável economicamente. O Miniempresa já funciona há três anos na escola e levou uma equipe para feira nacional em Brasília, no ano de 2014.

O estágio final do passeio foi o Centro de Inovação da Microsoft na ETEPAM: o núcleo de tecnologia, único numa escola técnica, para quem gosta de grandes competições. Francinildo Kleyson, coordenador e professor do Centro, mostrou aos educandos o trabalho que os estudantes do ensino médio realizam voluntariamente no MIC e o quanto isso contribui para a carreira de quem ainda está começando. “Nosso principal objetivo é fornecer cursos para o mercado, e formar startups. Para quem entra aqui no período pré-faculdade, damos ferramentas para que desenvolvam suas habilidades e não necessariamente precisa ser algo na área de tecnologia” comentou Francinildo.

Mesmo morando tão longe da capital, os estudantes já pesquisam opções de estudo diferenciadas para o ensino médio, e não deixam de considerar escolas técnicas de referência como a ETEPAM, devido a qualidade de ensino ao seu histórico de aprovação em vestibulares. Além de oferecer cursos técnicos: o que viabiliza a oportunidade de conseguir um estágio antes de entrar na faculdade.

 

 

“Gosto de desenhar desde pequena, há uns três anos comecei a trabalhar a fundo nisso. Penso em fazer Design de Interiores quando sair do Maria de Fátima já para ser uma Arquiteta no futuro. ”  Samira Beatriz, aluna do 8º ano.