A melhor cultura que o mundo precisa cultivar, atualmente, é a da paz

20 abr 2017
Comunicação CI
1752
0

Atualmente, temos visto um alto número de conflitos, sejam reais e diretos ou indiretos, nós precisamos ter um foco maior, sobretudo, a essa questão. Hoje, 20 de abril de 2017, o tema é cultura do mundo, mas devemos acima disso, ressaltar a nossa história, principalmente de guerra, mas como tudo exige na nossa brilhante caminhada, um início, meio e um fim, hoje em dia, que priorizemos a cultura de paz e esqueçamos de uma vez por todas a guerra que nos assola em algum lugar, mesmo que não seja aqui, tenhamos a compreensão de lutar não apenas pelos nossos amigos ou conhecidos, mas também, por todos aqueles que compartilham conosco o dom da vida.

O mundo possui diversos países, com um vasto número de território, vários tipos de língua, milhares se contarmos com a dos nativos e todas as línguas mortas, possuímos tipos de dança e uma culinária para todos os gostos, mas além disso, muito além, cultivamos uma cultura de ódio e rancor que impera entre algumas sociedades ou países, uns com mais força que outros, por mais que seja incompreensível agora, podemos ver marcas no decorrer de nossa vida que prove e exponha que muitas vezes nós não compreendamos, como por exemplo, quando nós julgamos ou “padronizamos” em nossa cabeça uma teoria de existir um bem e um mal, em cada guerra ou em cada conflito diplomático, quando na verdade, existem dois maus naquela situação.

Além de toda a sua história de guerra, que deve ser muito relatada, também devemos afirmar que o mundo possui diversas e mais diversas culturas:

Na América existem países como o Brasil que possuem uma vasta natureza ao seu favor, mas um dos piores Índices de Desenvolvimento Humano do mundo. O Canadá, um dos maiores países do mundo, pode ser considerado multicultural por ser um país que acolhe e respeita todas as marcas que fazem parte do seu território. O México possui um enorme berço em arte plástica, a sua literatura é riquíssima de detalhes e ainda possui, apesar da destruição sistemática do seu patrimônio artístico, uma música e uma dança exclusiva, sem falar na sua eximia culinária. A Argentina vem acompanhada de sua dança em plena perfeição, como o tango que é mundialmente usado e reconhecido. O Uruguai tem uma cultura marcadamente europeia, com linguagens e costumes parecidos, quase que não possui uma influência indígena diferente de todos os outros países da América do Sul, e tem muita tradição em diversos esportes. E por fim, os Estados Unidos da América possui uma potência cultural, possui o mais avançado, criativo e inovador cinema do mundo, é uma forma de expressão cultural única para o povo estadunidense, a literatura é extensa e bastante famosa em todas as partes do mundo, o teatro é baseado majoritariamente pela tradição ocidental e está fortemente ligado a filmes, televisão e a música que é algo único, como diversos outros quesitos, possuindo artistas de diversos tipos sondados em qualquer parte do planeta, e além de tudo isso, ainda consegue obter uma culinária exemplar em relação a outros países, sem falar em seu tipo de artes plásticas, com um estilo contemporâneo, apesar de ser um dos países com mais acervo de produções artísticas de vários períodos da história.

Na Europa podemos ver a Itália que é famosa pela sua forma artística, danças, religiões, monumentos e entre outros. Os Países Baixos possuindo um estilo de vida e uma cultura única. A França, que é o país com o maior número de prêmios Nobel em Literatura, possui as primeiras manifestações artísticas desde o período pré-histórico, é um estado laico e possui estruturas únicas em todo o mundo, na música se destaca o fato do romantismo na maioria e um estilo leve e puro de cantar, e por fim. O Reino Unido é famoso por seu estilo conservador em sua história, são bastantes adeptos em relação ao esporte e possuem diversas tradições e costumes, dão importância ao simples cumprimento na vida cotidiana, possui diversos tipos de comidas típicas e o principal é o peixe com batata, sem nem citar a beleza e a preciosidade dos seus pontos turísticos.

Na Ásia, o Afeganistão possui diversos tipos de animais e possui um grande território, possuindo contato com vários outros países, e possui uma cultura particular em relação a todos os outros países do mundo. O Iraque, um país bastante antigo em relação aos outros, detendo também o famoso “Mil e uma Noites”, destaca-se a arte milenar do artesanato iraquiano e os diversos exemplos de tapete de todos os tipos. A Índia que é um país bastante extenso da Ásia, possui um clima tropical, é uma das expressivas e mais antigas civilizações do planeta, possui grande número de manifestações culturais e se destacam as suas tradições literárias, religiosas e até o cinema. A China, o famoso país do “Made in China”, é um dos países mais antigos em questões culturais, a religião possui um impacto extremo na cultura seja ela qual for, os valores tradicionais eram derivados da versão ortodoxa do confucionismo, e tem um grande impacto pela sua história revolucionária. O Japão, que possui o xintoísmo e o budismo como religiões mais praticadas, tem um costume único, o uso do quimono como a roupa mais tradicional e o de tirar as sandálias antes de entrar na residência, e como bebida mais tradicional do Japão, o famoso “saquê”.

Na África, a Angola se destaca como um país que usa o português como língua oficial, e é um país fortemente reconhecido pelos seus poemas. O Zimbabué, um país pouco falado no mundo, mas importantíssimo na África, possui como bebida alcoólica mais famosa o chibuku, e tem grandes traços na culinária, bastante influenciada pela cozinha britânica combinada aos pratos africanos, e por fim. A Gana que é um dos países mais tradicionais do continente e possui uma cultura baseada nas suas riquezas naturais, tem como principal contribuição o kente, que é um tecido bastante conhecido por suas cores e simbolismos, é feito por habilidosos tecelões.

E, por fim, a Oceania possui a grandiosa Nova Zelândia, que acaba sendo uma mescla de várias outras culturas como a dos seus nativos, os europeus e os asiáticos, onde a grande maioria descende dos europeus, possui diversos tipos de museus e é muito comum possuir um próprio barco, sendo um grande determinante fator em relação a esportes marítimos. A Austrália, conhecida como um dos países mais acolhedores do mundo, assim como o Brasil, se orgulha de ser uma nação multicultural, sua população é majoritariamente formada por estrangeiros ou mestiços, fazendo com que mais de 260 idiomas sejam falados nesse país, teve uma grande invasão de imigrantes durante e depois a segunda guerra mundial, e assim como a Nova Zelândia, possui uma cultura baseada em outros países do globo terrestre.

Em relação aos aspectos mencionados no texto, podemos perceber a preciosidade da maioria dos países que pertencem ao nosso globo terrestre, mas devemos prestar atenção sobretudo em seu imenso potencial de disputa e ambição que faz com que cada um tente “falar mais alto do que o outro”, ou possuir mais do que o outro, devemos compreender como seres que vivem em um mundo único, perfeito e especialíssimo, devemos nos tratar com humanos, da França ao Japão, do Brasil a Austrália, da Rússia aos Estados Unidos, sejamos os irmãos que somos, por possuir uma só raça, somos todos iguais acima de qualquer fronteira, continente ou oceano, ou qualquer que seja o muro que quiserem impor sobre nós, há questões que não tem como possuir um individualismo, nós devemos resolvê-la todos juntos, como se iniciou, talvez todos se tratassem da mesma forma porque não tínhamos criado nossos diversos estereótipos que prejudica mais ainda a nossa relação como o povo querido, amável e focado que nós somos, prezemos mais a paz e a sua cultura, porque essa é uma cultura que deve ser cultivada por todos nós, quem quer que seja.