Durante um mês com tantos momentos de importância ao nosso país, entenda como será o planejamento do mês que envolverá a História do Brasil!

3 abr 2018
Comunicação CI
584
0

Hoje, 03 de abril de 2018, nós ainda estamos no início do mês de abril, que, com certeza, não pode passar batido. O surgimento da ideia de planejar e originar um mês que tivesse todo um cronograma de publicações que tivessem como temas centrais e primordiais, a História do Brasil foi sucinta e relevante, portanto, nós temos o interesse de apresentar a todos os estudantes e receptores das nossas redes sociais e website que traremos durante todos os dias de segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira deste mês matérias explicativas, informativas ou até mesmo que façam o público a se questionar em relação a história do nosso país em um momento tão basilar como um ano de eleição, e que nos dá uma ideia e vontade de refletir aos nossos conceitos e tudo o que aprendemos até então.

Desde a chegada dos portugueses que marcaram o descobrimento do Brasil em relação a Europa, porém já ocupado por todos os nativos das nossas terras sul-americanas a milhares de anos, até a transferência da coroa portuguesa ao nosso país que, por muitas obras é de forma irônica tratado como o “quinto dos infernos”, que traz toda uma crítica social por épocas até a nossa sociedade atual. Trataremos de todos os temas relevantes que envolveram todo o desenvolvimento da nossa história até então, de uma forma que poderíamos, ao menos tentar, resumir uma boa parte de 518 anos em 30 dias, tornando um desafio muito motivador e dando a cada semana uma nova ênfase na vida, e transmitindo mais curiosidade para com o leitor.

Além de todas as partes que são mais antigas, passaremos pela época do Brasil Moderno, após a Proclamação da República e o início da chamada República Velha, e muito depois de assinada a Lei Áurea, que libertou, ou não, os escravos. Embarcaremos por todo o Estado Novo de Getúlio Vargas, trazendo um Golpe de Estado Político, e iremos até a curta volta da redemocratização a cruel Ditadura Militar, na qual poderemos questionar e por muitas vezes aflorar todo o senso crítico. Muito depois dos tempos de tortura, podemos chegar até os dias atuais e mostrar a realidade do nosso país, onde possuímos direitos iguais, ou não, e temos por lei a liberdade de expressão, ou até certo ponto, e expor todos os pontos que fazem com que reflitamos se estamos realmente em paz, como alguns pregam, ou que validemos os números que revelam que o Brasil tem tantas mortes quanto algumas guerras atuais.

Em relação aos aspectos mencionados no texto, pode-se facilmente notar e perceber que a História do Brasil será um viés para falarmos de muitas questões que são incógnitas até os dias atuais, expor alguns fatos que não possuem visibilidade por muitas pessoas e mostrar todos os lados da nossa história, que permanece facilmente polarizada até hoje. A forma em que acabamos possuindo um bem ou mal absoluto pelo decorrer da história nos faz ter ainda mais gás para questionarmos até quando o nosso país possuirá visões que excluem todas que se opõem a ela, e o que gerou, de onde tudo veio. A extrema relevância deste momento e de redigir essas matérias é de revelar, sobretudo, o que perpassamos no decorrer de tantas décadas e gerações que não permitem com que tenhamos tantas mudanças, além de explorar todos os lados bons que o nosso país possui, que não são poucos. Solicitamos que aguardem para mais notícias e o estopim do nosso planejamento ainda amanhã, estejam ligados e abertos para novos conhecimentos!