Qual a importância do Outubro Rosa para a atual sociedade?

20 out 2018
Comunicação CI
706
0

       A partir da década de 1990, o mês de outubro foi presenteado com o título de Outubro Rosa. Essa nomenclatura se deu pelo movimento realizado pelo Ministério da Saúde e pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA), referente a prevenção do câncer de mama.

     Segundo dados do INCA, o câncer de mama corresponde a cerca de 28% dos casos de câncer ao ano no Brasil, sendo raro antes dos 35 anos e tendo tendência em mulheres com idade acima dos 40. A campanha, simbolizada pelo laço cor-de-rosa, objetiva orientar mulheres e conscientizá-las da gravidade da doença, através de mobilizações em  empresas privadas ou públicas, que disponibilizam exames com um preços acessíveis ou gratuitos e assim encorajando mulheres a buscarem fazer o exame preventivo. O Sistema Único de Saúde (SUS), trabalha com postos de saúde focados, em atender pacientes interessadas no mecanismo de combate, ao segundo tipo de câncer, que mais acomete o sexo feminino no âmbito mundial.

     Dentre os estados do Nordeste brasileiro, Pernambuco apresenta índices preocupantes relacionados a casos de câncer de mama. Para cada grupo de 100 mil mulheres têm-se 51,64 novos casos da doença.

     Tumores pequenos, normalmente abaixo de um centímetro, apresentam chances de cura acima de 90%. Em virtude disso, busca-se o incentivo de tratamentos preventivos e procedimentos necessários para mulheres acima dos 45 anos, como mamografia, ressonância magnética e ultrassonografia. Além disso, enfatiza-se a importância de que cada mulher conheça suas mamas e fique atenta à alterações suspeitas. No entanto, o autoexame só serve como diagnóstico quando o câncer já está mais avançado.

        Em suma, nós da ETEPAM esperamos que tanto homens quanto mulheres saibam que é de extrema importância prevenir-se e realizar exames de forma periódica.

Conscientize-se!