A definição de “especial” foi atualizada

27 mar 2017
Comunicação CI
838
0

 

No dia 02 de abril será celebrado por mais um ano o dia da Conscientização ao Autismo, buscamos com isso, intervir de um jeito que sirva não apenas para conscientizar, mas também informar e discutir sobre um assunto que na maioria das vezes é visto como um “tabu” ou algo inapropriado para se conversar, aproveitamos então, para informar mais sobre o tema que é muito comum na sociedade, mas não tanto argumentado.

Essa data se originou no dia 18 de dezembro de 2007, a Organização das Nações Unidas (ONU), com o intuito de mudar os conceitos já determinados a respeito desta doença, contribuindo para remover todo o sistema de preconceito que já havia sido criado e era profundo naquela época a respeito desta doença. O nosso intuito é alertar e conscientizar a sociedade para com esse tema. O autismo pertence a um grupo de doenças de desenvolvimento cerebral, conhecido por “Transtornos de Espectro Autista”, os principais sintomas são: fobias, agressividade, dificuldade de relacionamento e entre outros. Vale ressaltar que o autismo é único de pessoa para pessoa, existem diversos níveis de autismo e nenhum tipo de atraso mental. Hoje em dia estima-se que 70 milhões de pessoas em todo o mundo sejam autistas, isso só prova o quanto é comum e normal, infelizmente, não é um tema que seja abordado todos os dias, muitas pessoas em pleno 2017 relacionam o autismo ao retardamento mental e alguns vão além, fazendo comédias e algumas brincadeiras que na maioria das vezes são indevidas e usadas em momentos inoportunos.

O tema da semana será da conscientização do autismo, tendo em vista que próximo sábado, dia 02 de abril, é segundo a ONU o dia internacional da conscientização do autismo. Teremos a semana dedicada a esse assunto, visto que é um tema pouco abordado e discutido. Na próxima quarta-feira, 29 de abril, abordaremos como o indivíduo deve se comportar ao se deparar com uma situação similar.