Alunos da Etepam visitam no centro do Recife a exposição do artista Neilton Carvalho: a arte é um manifesto!

13 jun 2018
Comunicação CI
682
0

Ontem, dia 12/06, alunos integrantes do centro de inovação da escola técnica estadual professor Agamenon Magalhães (Etepam), fizeram uma visita à exposição de arte do artista Neilton Carvalho, guitarrista do Devotos, no museu de arte moderna Aloísio Magalhães, situado na rua da Aurora, número 265, no bairro da Boa vista. A visita teve o objetivo de demonstrar aos jovens estudantes as obras de arte realizadas pelo artista, além de contar toda a trajetória da banda Devotos. O convite surgiu quando Neilton Carvalho nos deu a honra de sua presença no dia 29/05, onde pudemos ter uma entrevista com o mesmo além de conhecer um pouco do seu trabalho.

Na exposição os alunos puderam apreciar diversas obras feitas por Neilton, além da primeira guitarra criada por ele com sucatas que ele encontrava em sua casa. “Suas obras são bastante reflexivas”, afirmou um dos alunos que estavam na exposição. De fato, as obras de Neilton em sua maioria retratava sua infância pobre no Alto José do Pinho além de muitas críticas à sociedade em geral. Uma das obras que me chamou bastante atenção foi “Póstumos”, obra que serviu de capa para o álbum da banda. Nessa obra destacava-se um pouco da personalidade de cada integrante, sendo representada pelo animal favorito de cada um. Além de um traço de suspense no quadro que demonstra o mistério e a incerteza da vida após a morte.

Pudemos conhecer também a quantidade absurda se shows feitos pela banda. Os Devotos já tocaram em praticamente toda a Europa, e em muitos estados brasileiros, e apesar desses feitos não possuem tanto reconhecimento em sua cidade natal, Recife. Isso faz-me lembrar da frase “O profeta não tem honra em sua própria casa”.

Em suma, pudemos aproveitar bastante do dia de ontem, além de perceber quanto a arte é importante para o desenvolvimento da sociedade. A arte é uma linguagem a qual qualquer pessoa pode expressar seus sentimentos, desejos e reflexões, e contribuir para o crescimento social como um todo. Além disso, a arte é uma forma de protesto e crítica social, em diversas obras faz-se possível essa análise nas obras de Neilton, são quadros que fazem-nos pensar em que realidade estamos vivendo, e se realmente a sociedade atual evoluiu em comparação com o século passado.