Qual seria a real e essencial importância do Coletor de Resíduos Sólidos para com a nossa sociedade?

16 maio 2018
Comunicação CI
1394
0

Como todos nós sabemos, os Coletores de Resíduos Sólidos acabam que não sendo tão valorizados, na maioria das vezes pela própria sociedade, mas, o que é de entendimento geral é que o trabalho ofertado pelos mesmos acaba sendo primordial para que consigamos manter um ciclo, e o nosso conforto do dia a dia. Contudo, ainda assim, esses profissionais que acabam sendo tão valorosos para conosco recebem todo  o tipo de ofensa ou até preconceito pelo papel na qual se empenham, embora o seu trabalho seja basilar para que a nossa sociedade ande. Então, visando toda essa realidade ambígua que acaba muitas vezes favorecendo a repressão do nosso próprio povo contra os chamados “garis”, promovemos uma matéria que explica todos os motivos na qual eles são essenciais para a manutenção da nossa sociedade, ruas e entre outras coisas.

O gari é responsável, como todos nós sabemos, pela limpeza de vias públicas, por varrer diariamente ruas, parques e diversos outros locais públicos. O seu trabalho é totalmente necessário para que a cidade se mantenha limpa, portanto, eles são estritamente necessários nos ambientes urbanizados. Segundo alguns dados, o Brasil gera uma enorme quantidade de lixo diária, devido a alguns números tão alarmantes que chegam até 230 mil toneladas, nós podemos perceber o quão necessário é o trabalho desse profissional, justamente quando o nosso país também é considerado “sujo”, e algumas vezes de terceiro mundo, por não possuir muitas vezes um saneamento básico de qualidade, então, isso só torna que os coletores sejam essenciais para que não vivamos em verdadeiros “lixões” a céu aberto.

Além disso, vale salientar a total importância de que essa limpeza diária e coleta de lixo jogado por toda a cidade contribui em uma boa magnitude na diminuição do risco de enchentes. Porém, devido a uma boa, ou má educação, a nossa população insiste em fazer o que é errado e jogar o lixo no chão, dificultando ainda mais o trabalho dessas pessoas, dificultando ainda mais a situação de muitas pessoas que moram em áreas de risco e acabam sendo totalmente afetadas por causa de tantas enchentes, dificultando ainda mais a própria situação da nossa cidade, que deve ser considerada a nossa casa, tanto visualmente quanto pelo fato do odor. Mediante a tudo isso, é importantíssimo que se inicie de nós mesmos um espirito de contribuir para com a nossa cidade, conosco e com todos os outros que vivem o dia a dia de Recife, assim como nós vivemos e com os que vão passar por uma dificuldade provocada pelo mínimo ato de muitas pessoas que vão aumentando cada vez mais, devemos preservar o nosso espaço urbano, e, sobretudo, contribuir para com o trabalho desse profissional, fazendo a nossa parte de jogar o lixo realmente no lixo.

Concluindo, mesmo sendo desvalorizados pela sociedade, a profissão dos coletores de resíduos sólidos acaba se aproximando da própria classe de professores, por ser essencial e muitas vezes esquecidos. No entanto, podemos nós mesmo, agentes civis, mobilizarmos a nossa família, amigos e até o nosso bairro para que criemos uma nova perspectiva de cidade, que vá se transformando em uma nova perspectiva de estado e no fim contaminando todo o país, para preservar o nosso ambiente e ajudar na profissão tão importante que é a do gari. Com a educação nós poderíamos prevenir muitas coisas, muitas enchentes, muitas catástrofes, mas, ainda dá tempo de mudar, ainda dá tempo de valorizar cada vez mais essa profissão, como muitas outras, e cada vez mais valorizarmos nós mesmos para que dessa maneira possamos, enfim, evoluir.